Cuidados e recomendações antes da anestesia e/ou sedação

Dicas

Cuidados e recomendações antes da anestesia/ sedação:

  • Na véspera, o paciente deve dormir cedo, evitar fumar e não consumir bebidas alcoólicas e alimentação pesada;
  • Não utilizar esmalte, lentes de contato e maquiagem ou cosméticos;
  • Retirar jóias e eventuais próteses dentárias removíveis;
  • Não interromper o uso de qualquer medicação, salvo a pedido do médico;
  • Levar ao hospital todos os exames que tenham sido solicitados pelo médico.

A Anestesia tem riscos?

Os padrões de qualidade e segurança, a tecnologia avançada dos equipamentos e medicamentos aliados à capacitação dos médicos anestesiologistas, tornam raras as complicações anestésicas.

Evidentemente, como qualquer outro procedimento médico, existem fatores de risco, algumas vezes imponderáveis, que impedem que o risco seja igual a zero. Estes riscos podem ser decorrentes não apenas da anestesia, mas também da cirurgia e da condição clínica do paciente.

Podem ocorrer complicações respiratórias (falta de ar, queda da oxigenação do sangue), cardiovasculares (queda de pressão, arritmias cardíacas) e alérgicas (reações na pele, inchaço dos olhos) entre outras, entretanto os anestesiologistas são profissionais habilitados a agir rapidamente frente a estas ocorrências, permitindo um atendimento com qualidade e segurança.

O que é o Termo de Consentimento Esclarecido de Anestesia e Sedação?

O Termo visa esclarecer o procedimento anestésico que será realizado e não isenta o anestesista de suas responsabilidades, permitindo que o paciente ou seu responsável esteja ciente e autorize a anestesia proposta.

Após receber todas as informações e orientações deste informativo e da avaliação pré-anestésica, o termo deve ser preenchido e assinado para que a anestesia possa ser realizada.

Cuidados e Recomendações após a anestesia/ sedação:

Na maioria das vezes, o paciente é encaminhado para a Sala de Recuperação Pós-anestésica, onde será monitorado e acompanhado até que esteja acordado e em condições adequadas para receber alta.

Alguns pacientes, que requeiram um cuidado maior, poderão ser encaminhados para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ou outra unidade, onde serão acompanhados por uma equipe especializada.

No caso de alta do hospital:

O paciente deve ter um acompanhante durante e após a alta e, se possível, durante as próximas 24 horas;
Sintomas como tontura, sonolência e dor de garganta podem se manifestar, no entanto devem desaparecer em algumas horas;
Não dirigir, operar máquinas, nem assinar documentos nas primeiras 24 horas;
O retorno às atividades rotineiras deve ser estabelecido pelo cirurgião ou médico assistente.

A anestesia tem custo?

É importante que o paciente saiba que o valor do honorário do médico anestesiologista depende da complexidade e duração do procedimento e não está vinculado à conta hospitalar e nem aos honorários do cirurgião.

Se o paciente possui convênio pode verificar as regras, exceções e condições em relação ao pagamento dos honorários da anestesia. É recomendável que ele se informe antecipadamente, pois existem divergências na forma de cobertura destes honorários pelos convênios. Existem situações em que o paciente, mesmo internado pelo convênio, não tem cobertura da anestesia.

Caso não possua convênio, o paciente será classificado como um paciente particular e receberá a cobrança com o valor total da anestesia. Geralmente, o recibo de anestesia fica no caixa do Hospital e é entregue ao paciente ou seu responsável quando o pagamento da conta hospitalar é efetuado.

Quando o pagamento da anestesia não for realizado no caixa do hospital, o Serviço Médico de Anestesia (SMA) encaminhará um boleto bancário ao paciente ou ao responsável pelo correio.

Últimas Notícias

Conheça o Blog da SMA e as últimas novidades.

Mais Artigos

Atendemos

Hospital Sírio Libanês Hospital Oswaldo Cruz Hospital Samaritano

Ver todos

Cadastre seu email e receba novidades

SMA Serviços Médicos de Anestesia 2017 - Todos os direitos reservados As informações contidas no site têm caráter informativo e educacional. O seu conteúdo jamais deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Em caso de dúvida, o profissional médico deverá ser consultado, pois somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do Conselho Federal de Medicina.

Selo membership